Home / Palmeiras / Palmeira Indaiá

Palmeira Indaiá

BIOMA
Mata Atlântica.
FLORAÇÃO
Agosto a setembro.
FRUTIFICAÇÃO
Julho a dezembro, porém pode
produzir frutos durante o ano
todo, predominantemente na
primavera e verão.
TIPO DO FRUTO
Carnoso.
NATUREZA DA SEMENTE
Ortodoxa.
NÚMERO DE SEMENTES/KG
38 frutos.

 

CARACTERÍSTICAS GERAIS
Palmeira nativa que varia de cinco a 25 m de altura,
chamada de Pindova quando jovem, com folhas pina

das, flores polinizadas por insetos e frutos comestí

veis. Ocorre na Floresta Úmida de Terras Baixas, de
Santa Catarina ao estado do Rio de Janeiro, em cam

pos de culturas, em áreas perturbadas, geralmen

te nas de pousio e em morros, indicando solo ácido.

USOS ASSOCIADOS
Suas folhas são utilizadas para cobertura de casas
nas comunidades caiçaras do litoral Sul paulista, já
sua amêndoa socada no pilão é usada para fazer
paçoca, sendo comida junto do cuscuz de arroz e
do beiju, nas comunidades quilombolas do Médio
Vale do Ribeira. Além disso, seu fruto de ótimo sa

bor é alimento para aves, antas, catetos e esquilos.
Possui potencial ornamental e é usada, também,
para artesanato.

 

TÉCNICAS DE COLETA
E BENEFICIAMENTO DA SEMENTE
Coletar o fruto quando estiver com a casca amare

lada, retirar a casca no pilão, socar levemente, lavar
em água corrente e deixar secar à sombra.

RECOMENDAÇÕES DE PLANTIO
Semear na muvuca de sementes, em berços ou sul

cos, após os frutos serem colhidos. Pode-se plantar,
também, em recipientes individuais com substrato
organo-argiloso. A germinação acontece depois
de quatro a seis meses, com desenvolvimento len

to das mudas e moderado das plantas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *